top of page
  • José Carvalho

O QUE É RADIESTESIA

Radiestesia é a arte e a ciência de trabalhar com as vibrações.


A palavra RADIESTESIA ( Radius, latim = raio, radiação e Aisthesis , grego = sensibilidade. Foi criada pelo Abade Bouly em 1929, em substituição ao ao antigo termo RABDOMANCIA (adivinhação pela vara).


Portanto Radiestesia significa SENSIBILIDADE ÀS RADIAÇÕES.


Ela parte do principio de que no universo tudo vibra, uma vez que tudo é composto de átomos. E os átomos não são matéria mas energia e por isso estão em contínuo movimento.


Entretanto cada ser tem sua vibração própria. Assim a vibração emitida por um pão é diferente da emitida por uma maça. Como a vibração de um fígado saudável é diferente da vibração de um fígado doente.


Essas vibrações de pessoas, objetos ou locais são tão sutis que nós não percebemos, mas nossa Mente e nosso Sistema Nervoso percebem e sentem. É por isso que em alguns lugares nos sentimos bem e em outros não.


Todas as pessoas tem essa sensibilidade para sentir e captar as vibraçõe, mesmo as mais sensíveis. Alguns tem essa sensibilidade mais apurada outros menos. Mas todos têm. Os que tem mais fraca podem desenvolvê-la com a pratica de exercícios. Portanto Radiestesia não é dom pessoal e nem é exclusiva de algumas pessoas.


O nosso sistema nervoso é o sensor mais perfeito do universo. Ele percebe, sente, as mais sensíveis radiações como também qualquer outra energia.


A Radiestesia é a grande ajuda no campo da percepção das vibrações. Os instrumentos radiestésicos ( pêndulo, varetas, aurâmetro etc.) apenas codificam aquilo que o Sistema Nervoso ou a Mente percebem. Não são os instrumentos que percebem, mas o operador dos instrumentos. Os instrumentos apenas manifestam por movimentos previamente estabelecidos, o que o operador sentiu ou percebeu.


O Pêndulo é o instrumento mais comum para esse serviço. O Pêndulo não tem nada a ver com misticismo ou esoterismo. E´ simplesmente um instrumento a serviço da nossa mente e do nosso sistema nervoso. Importante saber que não é o pêndulo que capta, ele apenas codifica em movimentos previamente estabelecidos pelo radiestesista. Quem capta é a mente e o sistema nervoso.


Os sensores magnéticos do nosso corpo captam as vibrações mais sensíveis e enviam um sinal ao cérebro e este por uma ação neuromuscular movimenta o pêndulo. Para isso basta entrar em ressonância como objetivo da pesquisa. Entrar em ressonância é entrar em sintonia.


Nossa mente não é apenas o consciente e racional. Há outras partes, intuição, instinto, inconsciente, subconsciente. Além do inconsciente pessoal há também o inconsciente coletivo. É o que nos leva a outras dimensões, onde podemos encontrar inúmeras informações esquecidas.


A Radiestesia é de grande valia em todas as pesquisas, quer de ordem física, psíquica, espiritual, emocional e profissional.


Ela é muito útil quando se procura por exemplo, a causa de uma doença, qual o melhor negocio, a localização de objetos perdidos ou roubados, identificação das energias oriundas de pessoas, de objetos, do subsolo, grau de agrotóxico nos alimentos ,nível de compatibilidade entre pessoas etc...etc...etc...


Muitos conhecem pessoas que com uma forquilha procuram o melhor lugar para abrir um poço. Isso é radiestesia. Ela não é uma ciência nova. Há 9.000 anos temos indícios de sua prática na China, com os Hebreus e Egípcios e Romanos.


A radiestesia não é adivinhação; ela nos ajuda a descobrir aquilo que está oculto da nossa mente consciente mas está arquivado no nosso inconsciente pessoal ou no Inconsciente Coletivo (Akashico).


Nas dúvidas a radiestesia pode nos mostrar o melhor caminho, a melhor solução.


Prof. Jose Carvalho – Viver e Conviver Terapias Integrativas - Curitiba

Commenti


bottom of page